Logo-Dalo-Branco-Sombra-SF

Correção de cicatrizes

Cirurgia reparadora

Todo corte ocorrido em nossa pele resulta em uma cicatriz. A cicatrização ocorre pela produção de um tecido que “solda” as margens do ferimento. Infelizmente, é impossível que esta “solda” seja exatamente igual à pele, resultando em um tecido de cicatrização que difere da pele em cor, textura, aspecto e elasticidade.

Existem vários tipos de cicatrizes que, dependendo da cor da pele, podem ter aspecto indesejável, mas são possíveis de serem corrigidas através de cirurgia reparadora.

A CIRURGIA

Várias técnicas podem ser utilizadas para melhorar o aspecto de uma cicatriz, por isso é preciso uma análise cuidadosa de cada caso para indicar a melhor solução. Leva-se sempre em conta que é impossível eliminar completamente uma cicatriz já existente.

• Cicatriz normal: é como um risco de caneta.
• Cicatriz alargada: assemelha-se a uma estria, que se forma por excesso de movimentação da pele no local durante o processo de cicatrização.
• Cicatriz hipertrófica: assemelha-se a uma corda grossa de violão, que traduz uma cicatrização em excesso.
• Cicatriz queloidiana: assemelha-se a “gomos” altos e endurecidos.

RECUPERAÇÃO E RESULTADOS

Na fase de recuperação, podem ser notados o inchaço e vermelhidão do local. O resultado do procedimento começa a ser observado após algumas semanas, e a cicatrização completa pode levar alguns meses.

AGENDE A SUA CONSULTA

Esclareça todas as suas dúvidas, marque a sua consulta. Informe os dados a seguir solicitados: